Linhas de ação

Território e Meio Ambiente

A pesca artesanal depende de modo direto de ambientes preservados que garantam a reprodução e manutenção das espécies. No entanto, os ambientes onde a pesca artesanal é desenvolvida, são constantemente ameaçados com a expansão desenfreada do agro/hidronegócio, poluição industrial e turismo predatório com graves danos: poluição, desmatamento, assoreamento e  expulsão.

As populações tradicionais são as verdadeiras guardiãs da biodiversidade e as comunidades pesqueiras não fogem a regra. Por esse motivo, o CPP atua solidariamente junto às comunidades pesqueiras na luta pela permanência e pelo reconhecimento dos seus territórios tradicionais. A Campanha pela Regularização do Território Pesqueiro é um dos exemplos disso.

Confira logo abaixo, algumas das notícias publicadas, relacionadas a essa temática!

 

Conteúdo relacionado

CPP participou da reunião e apresentou denúncias de violências contra as comunidades pesqueiras

Assembleia Legislativa do ES debateu os possíveis danos ambientais da construção do Porto Central, a pastoral e outros movimentos e instituições destacaram a necessidade de preservar os direitos humanos e ambientais

Durante seminário que debateu a transição energética, organizações sociais visitam comunidade impactada por megaprojetos e alertam sobre a energia renovável que gera risco

Pescadores e pescadoras artesanais do Ceará enfrentam uma nova crise com o aumento das águas. A comunidade pesqueira local trava uma batalha árdua para superar esses desafios e assegurar seu sustento diante dessa adversidade

Leia o documento na íntegra e conheça mais sobre esta plataforma importante na defesa dos territórios das comunidades tradicionais, especialmente as pesqueiras